Quantos cabides temos em nosso armário?!? Alguém imagina esse número????

 

 

50, 500 ou 1.000? Será que temos ideia desse número? Falar em número de cabides significa falar em quantidade, em espaço. E espaço significa falar em planejamento.

Cabide tem diversos modelos, diversos tamanhos, cores, materiais… Precisamos entender para qual finalidade cada um serve.

Algumas perguntas precisam ser feitas na hora da escolha do cabide.

Qual a finalidade do cabide?”

“Qual o espaço que temos?”

O que iremos pendurar?”

Esses detalhes são importantíssimos para não comprar o modelo errado.

 

Então vamos lá….

Primeiro detalhe a ser visto – Espaço X Quantidade de roupas a serem penduradas. O espaço vai ditar a espessura do cabide.

Cabides de madeira são ótimos, uma qualidade excelente, ótima durabilidade, porém são largos demais para ambientes pequenos.

 

Para ambientes pequenos prefira os cabides mais “slim”, mais magricelos. 

 

Esses cabides são os “queridinhos do momento”, tem uma qualidade excelente, sua espessura é ótima para espaços reduzidos, é revestido com flocos de camurça, criando uma aderência à roupa e evitando que ela escorregue e uma variedade grande em relação a cores, desenhos, acessórios e tamanhos.

Esse modelo de cabide é ideal para muitas situações, mas o investimento é um pouco mais alto do que os outros modelos.

 

Uma opção mais acessível são os cabides de acrílico. O custo é baixo e uma boa durabilidade.

 

Outro fator importante a ser observado é qual peça será colocada no cabide. Jaquetas pesadas de inverno, paletós e casacos com ombreiras necessitam de cabides reforçados.

Existem acessórios que auxiliam os cabides….ganchos, por exemplo, são ótimos para prender saias e shorts.

 

Um detalhe a ser observado é o vão  livre entre o varão a ser colocado os cabides e a prateleira inferior. Em alguns casos esse vão é menor do que as roupas que temos. Para essas situações existem cabides apropriados.

 

Além de todos esses modelos, existem os cabides específicos, para guardar determinadas peças. Lenços, gravatas, cintos, bijouterias.

 

Para esses modelos precisamos nos atentar ao espaço livre entre os cabides, pois eles tendem a ficar mais gorduchos depois de cheios. A ideia é facilitar a visão das peças e não “entulhar” mais ainda o armário.

 

Existem muitos modelos de cabides, para muitas situações. Até modelos personalizados. 

 

Todos esses sem falar nos cabides que usamos fora do armário. Claro, sempre destinado à determinada finalidade.

Sem espaço para estender roupas no varal? Pendure em cabides. 

 

Chegando amassado no trabalho? Pendure o blazer no cabide dentro do carro. 

Meu Deus……será que consegui falar de todos os cabides que eu conheço?! E você, sabia que existiam tantos modelos?!

Tá precisando de ajuda para escolher o modelo ideal? 

Mulher, mãe, esposa, organizadora por natureza, personal organizer por escolha e amante da vida. Alegre, divertida, perfeccionista, brava, mãezona... Qualidades e defeitos, vida profissional, vida pessoal.... Assim sou eu....

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *