Conforme a Luiza anunciou na semana passada, durante o mês de julho cada uma de nós, Organizadoras, fará um post contando um pouco do que é ser personal organizer, das nossas experiências e das nossas preferências em organização. Vou confessar que falar sobre mim mesma não é um assunto que me desperte uma crise verborrágica, mas farei o meu melhor para que vocês conheçam um pouquinho mais das minhas motivações.

Meu histórico profissional é tão eclético quanto os meus gostos e preferências. Minha formação inicial foi em Educação Física, mas depois de trabalhar sete anos na área, eu queria mais segurança. Entrei na vida administrativa como secretária júnior e por quase trinta anos fui Assistente Executiva de presidentes e diretores, em grandes empresas multinacionais, dos mais variados segmentos, desde internet (Globo.com) a seguros (Icatu Hartford Seguros), passando por serviços (ISS Servisystem) e empresas aéreas (SAS Scandinavian Airlines). É, eu avisei que eu era eclética.

Avançando um pouco e pulando a história de dois anos de uma faculdade de Direito (que não terminei porque engravidei do meu primeiro filho) e um ano sabático (para escrever um livro e reorganizar a vida), chegamos a 2013 e a uma vontade incontrolável de mudar o rumo profissional. Você deve conhecer o sentimento. Fazer mais do que se gosta e menos daquilo que a vida nos obriga a fazer. Se identificou? Pois é. E assim surgiu uma profissional de organização. Oficialmente, eu digo. Porque extraoficialmente, assim como um gigantesco número de companheiros de profissão, eu já exercia essa função há muitos anos, para empresas onde trabalhei, para amigos e para familiares.

Aí você me pergunta: qual área da organização é a sua preferida?

Eu te respondo: volte alguns parágrafos.

Eu gosto de tudo! Ou talvez seja melhor dizer tudojuntoaomesmotempoagora. Não consigo evitar. É mais forte que eu. 😊

Talvez a resposta mais honesta seja: eu gosto é de desafios.

Acredito realmente que o objetivo da organização seja facilitar a vida das pessoas. Daí o nome da minha empresa: Vida Fácil Organização. Portanto, o que estiver desorganizando e dificultando a sua vida vai ser o meu Monte Everest do momento. Motivada por essa crença, eu já organizei tanto academias, ateliês, bibliotecas e estoques de buffets; quanto residências, escritórios, acervos de fotografias e brinquedotecas. Já organizei tanto rotinas de pagamentos, quanto rotinas de compras.

No fundo, eu sou  adepta xiita da teoria de que o que distingue um organizador é muito mais o seu olhar analítico e sua capacidade de criar padrões organizados em meio ao caos, do que as técnicas aprendidas, na teoria ou na prática, durante seus anos de formação. Isso é apenas aprimoramento.

 

Antes e depois

Embora as minhas fotos sejam quase sempre maculadas pela marcante ausência de qualidade, seguem alguns exemplos de “antes e depois”.

Então é isso. Se precisarem de uma assessoria no Rio de Janeiro, a  Organização estará à sua disposição. Me ligue!

 

 

Mulher, agitada, "quase" perfeccionista, dona de um estilo eclético e interesse nas mais diversas áreas. Depois que eu me espalho, só a organização me junta!

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *