Que atire o primeiro pires quem nunca deixou de usar a louça perfeita, que comprou só para servir aquela guloseima específica, porque não fazia ideia de onde ela estava. Relaxa. Todas nós já passamos por isso em algum momento da vida. A boa notícia é que depois desse post você só precisará passar por isso se quiser.

Infelizmente, esse não é o único motivo para deixarmos de usar louças especiais. A má conservação da louçaria também costuma causar a baixa de valorosos soldados nessa batalha por uma bela mesa.

Acima de tudo, sabemos que toda louça precisa de alguns cuidados para estar sempre bela e pronta para o uso, mas peças mais delicadas exigem cuidados especiais no armazenamento para durarem muito mais tempo. Portanto, sigam as etapas abaixo e garantam a durabilidade da sua louça.

Triagem

Sei que vocês já devem estar cansados de me ver repetir a mesma coisa, entretanto toda organização precisa começar por uma triagem. Lamento muito, mas enquanto não acontecerem sérias revoluções metafísicas e a teoria de Newton sobre a impossibilidade de dois corpos ocuparem o mesmo espaço simultaneamente não cair por terra, eu continuarei insistindo nesse ponto.

Mesmo que você tenha espaço de sobra, ainda assim, qualquer espaço é nobre demais para ser ocupado por coisas que não têm utilidade para você. Portanto, seja objetiva ao analisar a utilidade de cada peça de louça que você tem.

Assim sendo, sabe aquela xícara feita para homens com bigode, que você comprou em um brechó e achou divertidíssima? Pois é, poucos bigodudos de hoje em dia vão querer usá-la. Mesmo que queiram… onde foi mesmo que você a colocou?

Concordo que você tenha algumas peças diferenciadas por puro prazer, mas aí elas se enquadram na categoria de coleção. Elas passam a ser para decoração, não para uso, e devem ser armazenadas em outro local.

Categorização

Tendo ultrapassado com grande mérito a etapa da triagem, agora toda a sua louçaria é útil e deve ser acomodada de forma adequada. Apesar disso, obviamente, nem todas são de uso diário. Assim começa a nossa primeira e mais importante categorização: frequência de uso.

Inegavelmente, existem louças temáticas que só usamos uma vez ao ano, outras apenas quando surge uma oportunidade específica, algumas a cada par de meses e, finalmente aquelas do dia a dia. Afinal, natais, páscoas e halloweens não acontecem todos os dias.

Tudo o que se deseja desse tipo de louça é que ela esteja bem acomodada, protegida e em um local conhecido. Tropeçar nelas enquanto você coloca a mesa do café da manhã não é nada produtivo. O que nos leva ao procedimento seguinte.

Armazenamento

A organização das louças começa pelas menos usadas e vai até as do dia a dia. A sugestão é sempre começar por esses conjuntos especiais e sazonais. No final das contas, nós sabemos exatamente quando usaremos as louças de Natal ou Páscoa, não é mesmo?

Desde que esses kits de louças comemorativas estejam agrupados e armazenados separadamente, sua vida estará imensamente facilitada. Imagine que ao invés de retirar prato a prato da louça decorada de Halloween, você apenas retira o container onde toda ela está armazenada. Muito mais fácil, não concorda?

Melhor solução para assadeiras

Lembre-se de considerar a questão do peso versus o local de armazenamento. Retirar muito peso de locais muito altos promovem um grande risco de acidentes. Prefira espaços mais rentes ao chão para o material mais pesado.

Cuidados especiais

Por falar em containers, precisamos lembrar que as opções são muitas e variadas. As escolhas são baseadas em gosto pessoal e necessidade de proteção do material. Quão mais delicado for o material, maior resistência deverá ter o seu invólucro ou mais reservado e à prova de acidentes deverá ser a localização definida para ele.

Para essa proteção externa podem ser usadas caixas plásticas ou de madeira, cestas e até organizadores especiais, de tecido acolchoado feitos sob medida.

Containers especiais

Independentemente do invólucro escolhido, o ideal é proteger essa louça pouco usada do atrito com ela mesma. Usar um material macio entre as peças para evitar arranhões e minimizar o risco de lascas é fortemente aconselhável.

Com o fim de proteger, esse “amortecedor” utilizado pode ser desde folhas de papel toalha até recortes de feltro do tamanho de cada peça, passando por pratos descartáveis de cartolina e filtros de café americanos, que são redondos e sanfonados. Como você pode ver, opções não faltam. Contanto que sirva como proteção, qualquer uma serve.

Organizadores de louça

Para a louça de uso regular e diário, o ideal é que ela seja acomodada na área de fácil alcance, que é considerada a área nobre de qualquer espaço armazenável.

Para que possamos tirar o máximo de aproveitamento dessa área, o mercado não para de nos oferecer produtos organizadores para otimizar a ocupação de armários e gavetas.

Quando bem usados, eles são extremamente úteis, ampliam as suas possibilidades de armazenamento e protegem a sua louça durante o manuseio, evitando empilhamentos perigosos.

Agora que você sabe tudo o que tem, onde está e tem a garantia de que está bem acomodado, etiquete cada container para não esquecer do que eles guardam.

Dessa forma, eu garanto que, daqui para a frente, todas as suas louças especiais serão usadas sempre que surgir a ocasião e não será necessário deixar a casa de pernas para o ar ao fazer a busca e apreensão delas.

Se quiser outras dicas para a sua cozinha, dá uma checada no post da Fabíola Sigismondi, aqui no Organizadoras! Até a próxima!

#MônicaCamargo

#Vidafacilorganizacao

Mulher, agitada, "quase" perfeccionista, dona de um estilo eclético e interesse nas mais diversas áreas. Depois que eu me espalho, só a organização me junta!

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *