Gavetas ou buracos negros?

Depois de algum tempo trabalhando com organização, começamos a identificar padrões. Pequenos problemas, de fácil solução, que costumam se repetir em um número gigantesco de residências, causando aborrecimentos inteiramente desnecessários. A vilã sobre a qual falaremos hoje é aquela famosa bagunça nas gavetas da cozinha.

As gavetas da cozinha parecem ter uma tendência a acumularem os mais diversos tipos de utensílios, sem passarem por nenhum critério de segregação. O resultado, invariavelmente, é perda de tempo para se localizar um utensílio e a óbvia irritação por causa da demora. Em geral, esse processo de busca vem acompanhado de uma trilha sonora de metais tilintando, enquanto são chacoalhados com impaciência.

Com a permissão expressa dos meus clientes, vou exemplificar nas fotos abaixo a diferença que faz a aplicação de critérios simples para facilitar a organização dos utensílios.

Sempre peço desculpas pelas minhas fotos de trabalho, porque, na capacidade de fotógrafa, eu sou mesmo é uma boa organizadora. 🙂 Entretanto, elas servem ao propósito de demonstrar a diferença entre o antes e o depois.

 

O estado original das gavetas

Gavetas com objetos desnecessários Gavetas com objetos em lugares indevidos Utensílios espalhados Objetos espalhados sem organização

 

Como as gavetas ficaram depois da organização

Apenas utensílios necessários Utensílios para o mesmo uso reunidos Objetos separados por tipo de uso Produtos organizadores facilitando a manutenção da ordem

Como vocês podem ver, até o fofo cachorrinho, que felizmente não me cobrou o cachê, saiu na produção.

Brincadeiras e incompetências fotográficas à parte, se você gostaria de se sentir feliz ao abrir suas gavetas, lembre-se que eu sempre posso ajudar.

Até a próxima!

Mônica Camargo – Tel. 21 99999 3677

monicacamargo@vidafacil.net

www.vidafacil.net

 

Mulher, agitada, "quase" perfeccionista, dona de um estilo eclético e interesse nas mais diversas áreas. Depois que eu me espalho, só a organização me junta!

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *