Aumentar o aproveitamento do espaço interno nas moradias atuais é uma importante diretriz nos projetos de designers de interiores, decoradores e organizadores profissionais. Nada surpreendente, se observarmos como os ambientes residenciais ficam cada vez mais compactos, enquanto a oferta de consumo continua crescendo e se tornando mais tentadora a cada dia. Nunca antes o mercado ofereceu tantas opções de produtos que facilitam nossas vidas e, ao mesmo tempo, nunca tivemos moradias tão reduzidas.

 

Como resolver esse impasse?

 

Percebendo esse desequilíbrio, e sendo fiel á lei da oferta e da procura, o próprio mercado correu atrás do prejuízo de viabilizar a acomodação dos produtos. Afinal, a ideia é que eles continuem sendo consumidos. Com isso em mente, móveis e utensílios foram sendo criados para otimizar o armazenamento, para criar espaços úteis onde não existiam e para minimizar o tamanho de objetos já conhecidos.

 

Dica #1: Suba pelas paredes

A principal linha de ataque se focou na melhor utilização dos espaços verticais. Afinal, metros quadrados não aproveitados precisavam ser conquistados para trazer mais conforto e melhor disposição dos objetos. Assim, liberam a preciosa área do piso para garantir a circulação mais ampla.

Painéis perfurados (também conhecidos como peg boards) ou aramados já deixaram de marcar presença apenas em lojas e oficinas, para conquistarem também as residências, há algum tempo. A quantidade de apetrechos disponíveis permite que possam fazer parte deste painel tanto ganchos, como cestas ou prateleiras. Essa flexibilidade permite acomodar todo tipo de coisas, como panelas, copos chapéus, produtos de limpeza e o que mais a sua criatividade quiser.

 

Prateleiras suspensas e nichos, dos mais diversos tamanhos e materiais, também oferecem uma infinidade de soluções. Elas podem acomodar desde louças a sapatos e de material de limpeza a brinquedos, passando praticamente por qualquer item que você possa imaginar. As prateleiras mais próximas ao teto facilitam acomodar artigos pouco utilizados. Eles podem ser armazenados em caixas coloridas ou estampadas e, inclusive, participarem na decoração do cômodo.

 

 

Outro queridinho da praticidade são os ganchos. Com uma grande variedade de modelos, cores e capacidade de sustentação, eles são capazes de equacionar com elegância diversas saias justas.

   

 

Dica #2: Portas podem ser de grande ajuda

A porta de entrada, as portas dos quartos ou quaisquer outras na sua casa podem ser áreas que estão sendo subaproveitadas. Elas são espaços amplos, muitas vezes desperdiçados, quando apenas é necessário um organizador para acomodar diversos utensílios.

Dica #3: Utilize todo o espaço interno dos armários

Nem sempre utilizamos toda a superfície disponível dos nossos armários. O total aproveitamento desses espaços ociosos permite acondicionar uma quantidade bem maior de itens e de forma mais adequada.

Cozinha, banheiro e área de serviço, com sua abundância de produtos com tamanhos variados, tem muito a melhorar ao se aproveitar de organizadores específicos em seus armários. Além de obter mais amplitude, esses organizadores facilitam a setorização e muitas vezes o acesso aos produtos.

     

Dica #4: Invista em produtos “dobráveis”

Muitos acessórios conhecidos por todos nós há longas décadas receberam um novo olhar para terem seu tamanho reduzido. Nessa onda, foram “encolhidos” acessórios grandes como secadores de roupa, baldes, bacias, secadores de pratos e outros. Todos eles famosos por serem particularmente espaçosos, mas com um toque de tecnologia criativa, se tornam capazes de caber em qualquer cantinho. Principalmente após o uso do silicone, boa parte desses produtos grandes ficaram realmente “dobráveis”.

  

 

Depois de aplicar essas dicas na sua casa ou apartamento, será bem mais difícil dizer que falta espaço para alguma coisa.

Experimente e nos conte!

Fonte de imagens: Pinterest

Mulher, agitada, "quase" perfeccionista, dona de um estilo eclético e interesse nas mais diversas áreas. Depois que eu me espalho, só a organização me junta!

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *